Beer Tech debate soluções tecnológicas para cervejarias artesanais na Rio Info
O painel voltado para o segmento cervejeiro será realizado amanhã (dia 25), como parte da programação da Rio Info 2018 que acontece no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova.

Beer Tech debate soluções tecnológicas para cervejarias artesanais na Rio Info

Monitoramento de processo produtivo de forma que ajude a manter o padrão dos lotes de cerveja. Esse é um exemplo de solução tecnológica que interessa aos produtores de cerveja artesanal, segundo Carlos Witte, da cervejaria Ferdinander. Ele será, pelo segundo ano consecutivo, o mediador do Beer Tech, encontro que faz parte da programação da Rio Info 2018 que acontece no dia 25, no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova.

Em sua décima sexta edição consecutiva desde 2003, o Rio Info é o principal evento dedicado à Tecnologia da Informação (TI) realizado anualmente no Estado do Rio de Janeiro e um dos principais do país. Reúne empresários, acadêmicos e profissionais que buscam novas oportunidades de mercado e realizam negócios. É um espaço para apresentação de novas ideias e troca de experiências.

O Beer Tech será realizado das 9h às 12h. Este ano, o painel contou com a coordenação da AMACERVA – Associação de Micro Cervejarias do Estado do Rio de Janeiro.

Carlos explica que o objetivo do evento é estimular o desenvolvimento de tecnologia para o segmento cervejeiro. Segundo ele, as opções são poucas e os preços elevados dificultam o acesso a essa tecnologia. Fomentar negócios também faz parte da iniciativa.

“Queremos unir o fornecedor com o cliente. É uma oportunidade para as empresas oferecerem seus serviços”, afirma Carlos.

Na sua opinião, do ano passado para cá, o cenário pouco mudou. Porém, percebe que surgiram mais empresas na área de montagem de equipamentos para cervejarias. Segundo ele, uma das principais demandas do segmento é ferramentas que ajudem na realização de marketing digital.

O Beer Tech reunirá, na mesa de abertura, Leonardo Gil (Three Monkeys Beer) e Mariana Boynard (Cervejaria Esplêndido), que narrarão suas experiências de empreendedores cervejeiros em atividades como logística, estoque, produção, comercialização e marketing, nas quais o uso intenso da TI é fundamental.

Ney Bermudes Filho (Cervejaria Pontal) vai falar sobre monitoramento para microcervejarias; Klinger Mello (Single Automação) sobre automação industrial para microcervejarias e Rodrigo Junqueira (Cervejaria Trupe), que também participou do evento do ano passado, abordará as experiências na instalação de um envase em lata. Lucas Mello (Easy Chopp ) vai apresentar uma modalidade de auto atendimento de chopp e  Luiz Felipe Magalhães (Down Jones Market Beer) expõe sobre a Bolsa de Valores etílica.

O Centro de Convenções Sul América fica na Avenida Paulo de Frontin, nº1 - Cidade Nova, Rio de Janeiro.

A coluna Lupulinário faz parte do site Comunic Sônia Apolinário

Siga a coluna no Instagram: @lupulinario

SUA REAÇÃO?

Conversas no Facebook



Conversas no Disqus